Conheça as principais formas de envio de mercadorias

Conheça as principais formas de envio de mercadorias

Uma grande preocupação de quem tem e-commerce é a questão do envio das mercadorias para as casas dos clientes. Afinal, contar com um sistema de entrega eficiente, rápido e de bom custo-benefício é essencial para que os pedidos cheguem sãos e salvos ao seu destino e deixem o cliente satisfeito com o serviço.

Receber a encomenda com agilidade e sem ter que gastar muito por isso é, sem dúvida, algo que colabora para a construção de uma imagem positiva e torna a experiência de compra do consumidor inesquecível. Por isso, é importante conhecer as principais formas de envio de produtos e escolher a que atender melhor as necessidades de sua loja.

Neste artigo, vamos explicar quais são os procedimentos para enviar encomendas em nível local, nacional e internacional, e apresentar as principais formas de envio que você pode adotar em seu e-commerce.

Como fazer para enviar encomendas

diversas formas de envio disponíveis no mercado, e é importante estar por dentro de todas as possibilidades. Vale lembrar que a escolha da modalidade de envio pode ser influenciada pelo tipo de produto comercializado e pela distância geográfica entre o centro de distribuição da loja online e o endereço do cliente, como veremos a seguir.  

Local

Caso o seu público seja mais local, ou seja, esteja concentrado dentro da mesma região do centro de distribuição da loja, existem vários meios para enviar os produtos.

É possível optar pelos Correios, já que o valor do frete local costuma ser bem amigável, ou escolher uma transportadora privada. Mas também pode-se investir em formas de envio alternativas, como as entregas feitas por motoboy, bicicleta ou veículo próprio da empresa.  Outra possibilidade é permitir que os clientes retirem os pedidos em um ponto físico, o chamado take away.

Nacional

A maior parte dos e-commerces oferece entregas em todo o território nacional e, muitas vezes, acontece de uma parcela significativa da clientela estar localizada em estados e regiões distantes do centro de distribuição. Por isso, sua loja deve estar apta para enviar encomendas para outros estados do Brasil.

Nesses casos, é possível optar por enviar as mercadorias usando os Correios ou transportadoras particulares. É importante orçar qual opção oferece mais vantagens.

Leia também: Calcular frete: como conseguir o melhor preço?

Internacional

Embora nem todas as lojas online ofereçam envio internacional de seus produtos, devido ao alto valor do frete para o exterior, esse pode ser um diferencial importante quando o assunto é expandir os negócios e alcançar novos públicos.

Lojistas que trabalham com entregas para fora do país podem escolher os serviços de transportadoras ou dos Correios. Como os valores e o tempo de entrega podem variar muito, é importante comparar os preços praticados e os prazos fornecidos.

Principais formas de envio de encomendas

Correios

O serviço dos Correios é a forma de envio mais tradicional no Brasil. Ele é adotado pela maior parte das lojas virtuais, tanto pela praticidade quanto pela capilaridade, já que os Correios chegam praticamente a qualquer canto do país com eficiência e segurança.

Dependendo do tamanho do e-commerce e da quantidade de produtos enviados, pode ser um bom negócio realizar um contrato com os Correios para obter tarifas reduzidas e outras condições especiais. Dessa forma, é possível repassar os descontos no frete para os clientes e oferecer um serviço diferenciado. Além disso, empresas que tenham contrato com os Correios podem usufruir de vários benefícios, como o Disque coleta e a logística reversa.

Uma informação que deve ser levada em conta é que os Correios oferecem limitações quanto ao peso e as dimensões dos itens enviados. Os limites variam conforme o tipo de envio escolhido, como veremos a seguir. É preciso ficar de olho, já que essa restrição pode afetar e-commerces que comercializem produtos maiores e mais pesados.

calcular frete

Os preços variam de acordo com o prazo, a distância geográfica e as dimensões das mercadorias. Hoje, os Correios oferecem 6 tipos de envio: PAC, Sedex, Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje e Correios Mini Envios.

O PAC é o serviço mais barato e popular dos Correios, mas também conta com prazo maior de entrega. O envio pode ser feito para qualquer lugar do Brasil, com direito a rastreamento. Para o PAC, o limite é de um metro de comprimento e 30 kg para clientes comuns e 50 kg para clientes com contrato.

O Sedex, por sua vez, é o serviço de entrega expressa dos Correios. Trata-se de um serviço mais caro, que promete entrega mais rápida. Dependendo da região, o produto pode chegar em um dia útil, com direito a rastreio completo. Nessa modalidade, podem ser enviados itens com até 1 metro de comprimento e 30 kg.

Existem ainda as subdivisões do Sedex, cada qual com sua especificidade. O Sedex 10 prevê entrega até às 10h do dia seguinte ao do envio, mas é restrito a algumas áreas Brasil. O Sedex 12 funciona de maneira análoga, porém a promessa é de que a mercadoria chegue até às 12h do dia seguinte à data da postagem. Já o Sedex Hoje conta com as mesmas características, com a diferença de que promete entrega no mesmo dia, mas só funciona nos dias úteis. Para todas essas modalidades, podem ser enviadas mercadorias de até um metro de comprimento e 10 kg.

Por fim, há o Mini Envios, uma modalidade do PAC destinada a itens pequenos. Ele pode ser usado para enviar mercadorias com dimensões de até 24 cm x 16 cm x 4 cm e 300 gramas para qualquer lugar do país. Entretanto, é um serviço exclusivo para empresas com contrato.

Leia também: Como abrir uma loja virtual: 10 dicas para começar

Transportadoras

Lojas virtuais maiores, que apresentam um alto volume de pedidos diários, podem se beneficiar muito do uso de transportadoras para os envios.

As vantagens são muitas, como, por exemplo, a praticidade e a agilidade nas entregas. Ao contrário dos Correios, as transportadoras normalmente não impõem limites quanto à dimensão ou ao peso dos produtos enviados, o que pode ser essencial dependendo do nicho de seu e-commerce.

Além disso, escolher uma transportadora responsável e eficiente garante que o produto chegará em perfeito estado ao seu destino.

Inclusive, lojas online com um grande fluxo de entrega, que usam o serviço de forma recorrente, podem obter ótimos descontos na negociação, dependendo da transportadora. Isso é importante, pois o lojista consegue reduzir o valor final cobrado do cliente, ganhando assim um diferencial competitivo.

Como cada empresa de transportes oferece condições e valores diferentes, é importante orçar com várias e fazer a comparação, avaliando o custo-benefício. Nesse aspecto, é interessante contar com um serviço que permita fazer a cotação do frete com diversas transportadoras ao mesmo tempo, como a Central do Frete.

Retirada na loja/local

Um dos métodos de entrega que vem se popularizando muito nos últimos tempos é a retirada em um ponto físico, seja a sede da própria loja ou o local do estoque.

Vale muito a pena oferecer a opção de retirada em mãos para consumidores da mesma cidade, já que isso elimina o custo de entrega. Como a oferta de frete grátis é um dos benefícios que mais atraem os clientes na hora de fazer uma compra online, esse pode ser um excelente diferencial para o seu negócio!

Leia também: O que é o PUDO e como funciona?

Motoboy

Você também pode oferecer o serviço de envio por motoboy. As entregas realizadas com motocicleta podem ser uma boa para atender clientes que estejam na mesma cidade.

Caso opte por essa forma de envio, o lojista pode contar com motoboys autônomos para realizar as entregas, ou mesmo contratar o serviço de empresas especializadas, caso a demanda seja mais alta.

O legal dessa modalidade é que normalmente o envio é feito no mesmo dia e chega muito rapidamente à casa do consumidor, contribuindo para uma boa experiência de compra.

Bicicleta

Para vendas locais, fazer entregas de bicicleta é uma alternativa bem interessante! Além de uma opção sustentável, também é barata, já que não existem custos de combustível e a manutenção é mínima. É, portanto, vantajosa tanto para a empresa quanto para o cliente.

Mas atenção: é preciso avaliar o raio coberto pelas entregas de bicicleta, pois esse meio de entrega só deve ser utilizado para curtas distâncias. Caso contrário, o tempo gasto pode acabar não compensando.

Leia também: Declaração de conteúdo: o que é e como fazer?

Veículo próprio

Realizar entregas usando um veículo próprio da empresa também é uma ótima ideia para lojas menores, que concentrem a maior parte dos clientes na mesma região.

As vantagens são muitas. A primeira é que a empresa não fica restrita aos horários e prazos dos Correios ou de transportadoras privadas. Também se elimina a rotina de processos das transportadoras, conferindo mais praticidade e agilidade à entrega.

A entrega com veículo próprio é a mais indicada em casos específicos, como produtos frágeis e fáceis de quebrar.

Leia também: 8 dicas para embalar um produto frágil

Como você pode perceber, existem várias formas de envio de mercadorias que devem ser levadas em conta em sua estratégia de entregas. A melhor opção é aquela que atenda às necessidades de seu negócio, cumpra as expectativas do cliente e não pese no bolso de ninguém.

É por isso que, antes de fechar com uma transportadora ou escolher uma forma de envio alternativa, são necessárias muitas pesquisas. A boa notícia é que a Central do Frete pode facilitar o seu trabalho e simplificar a gestão de fretes.

Com a Central do Frete, é fácil e rápido comparar os preços e condições das principais transportadoras. Tudo é feito online e sem burocracia. Assim, o lojista pode fazer a melhor escolha para seu negócio.

Quer saber mais sobre isso? Conheça o nosso site e descubra quais vantagens a Central do Frete oferece às lojas virtuais.

Deixe uma resposta