Transporte de encomendas: 9 dicas para escolher o frete ideal

Transporte de encomendas: 9 dicas para escolher o frete ideal

O que seria “frete ideal”? No transporte de encomendas, existem diversas variáveis que determinam o valor do frete, e esse pode ser um ponto sensível para transportadoras e clientes. O peso da carga, o local onde deverá ser entregue, o tipo de modal que será utilizado e a urgência no prazo de entrega são apenas alguns dos fatores que influenciam nos custos de transporte e que, consequentemente, recaem sobre o valor final do frete. Logo, o frete ideal é aquele que vai ter o preço mais adequado ao serviço de transporte demandado, com o maior aproveitamento dos recursos utilizados. 

O avanço do e-commerce trouxe desafios para quem atua no setor. Com a alta demanda pelos serviços das transportadoras, aumentaram também as exigências dos consumidores, que desejam o menor preço de frete e a entrega no menor prazo possível. Portanto, é essencial avaliar todos os detalhes sobre o transporte da carga antes de assumir a responsabilidade pelo serviço. Sem a devida análise das variáveis, o que pode parecer vantajoso em um primeiro momento, pode acabar se transformando em prejuízo. 

Para ajudar a escolher o frete ideal e garantir a satisfação de embarcadores e clientes, a Central do Frete preparou algumas dicas. Confira!

Leia também: Calcular frete: como conseguir o melhor preço?

9 dicas para escolher o frete ideal

Para identificar com maior precisão o preço justo do frete e buscar alternativas mais econômicas e eficazes, é fundamental pensar estrategicamente em todas as variáveis que envolvem o processo. Portanto: 

Defina o tipo de frete

Quando for escolher o frete ideal para o transporte de encomendas, é essencial definir se o frete é do tipo CIF, que é pago pelo embarcador, ou do tipo FOB, que é de responsabilidade do destinatário

Para entender a diferença, o frete CIF é usado para entregas diretamente ao consumidor final, que não dispõe de uma estrutura adequada para garantir o transporte da mercadoria até a sua residência. 

Já o frete FOB se aplica a empresas que adquirem um grande volume de mercadorias de outra empresa. Elas possuem a infraestrutura necessária para se responsabilizar pelo transporte das mercadorias até o destino final. Com isso, assim que a encomenda é embarcada, a empresa deixa de assumir os riscos envolvidos no serviço de transporte. 

Dica: Frete CIF e frete FOB: entenda as diferenças

Defina o tipo de carga

O tipo de carga também influencia na hora de escolher a melhor forma para o envio de mercadorias. As características da carga é que vão definir se é mais indicado o transporte fracionado ou inteiro, por exemplo. Ou se será necessário algum equipamento especial para que tudo ocorra dentro dos padrões de segurança. Confira a seguir alguns tipos de carga:

  • A carga fracionada ocorre quando há o envio de pequenas quantidades de mercadorias em um veículo, com entregas em locais distintos. É mais usada no transporte de produtos ao consumidor final, que adquire quantidades menores de mercadoria em comparação aos atacadistas;
  • A carga completa é aquela de uso exclusivo de um embarcador, seja porque a mercadoria a ser transportada ocupa totalmente o veículo; seja devido à natureza dos produtos, que exigem um transporte separado; 
  • As cargas líquidas podem ser transportadas a granel, mas devem ser acondicionadas em caminhões-pipa;
  • Já a carga refrigerada é aquela que trabalha com o controle de temperatura de produtos como frutas, legumes, carnes, frangos, peixes, etc;
  • E a carga viva é aquela em que animais são transportados com a finalidade de criação, como aves, bovinos ou suínos. Também é utilizada por clínicas veterinárias ou reservas ambientais, que protegem animais resgatados e auxiliam na preservação de espécies. 

Considere a cubagem

A cubagem é o cálculo que relaciona o volume da carga e o seu peso, equilibrando com a capacidade do veículo. Ela auxilia na exatidão de uso do espaço disponível no caminhão, evitando que o frete gere prejuízo ao transportador. Se o peso cubado for maior que o peso da mercadoria, o frete será cobrado com base na cubagem. Essa estratégia evita que o transporte de encomendas se torne menos lucrativo que o esperado.

Dica: Cubagem: entenda como é feito o cálculo

Esteja atento ao prazo de entrega

Em transporte de encomendas, tempo é sinônimo de dinheiro. E o prazo de entrega não foge à regra. Por isso, quanto menor o prazo, maior será o valor do frete. A rapidez na entrega também pode depender do modal de transporte, já que o aéreo, por ser mais veloz que o rodoviário, tem um custo muito maior. 

Se a entrega ocorrer em horário comercial, o prazo pode ser melhor adaptado à demanda. Mas se a entrega for agendada para outra faixa de horário, o serviço de frete ficará mais caro. Logo, se atentar ao prazo de entrega e minimizar a ocorrência de falhas é fundamental para garantir a satisfação dos clientes

Organize a coleta da carga

Outro quesito que não pode deixar de ser considerado para o transporte de encomendas é a coleta da carga. É preciso confirmar se é a própria transportadora que efetua o serviço ou se é responsabilidade do remetente. 

Não se trata de mero detalhe: se o remetente for o responsável pela coleta, significa que além do custo com o frete, haverão custos extras. E como a coleta não foi realizada pela transportadora, o valor do frete não pode incluir este serviço. É necessário conferir o prazo para que a coleta da carga seja realizada corretamente, a fim de evitar transtornos

Leia também: Logística de entrega: saiba como otimizar o processo

Fique atento ao seguros

Os seguros protegem os interesses tanto do embarcador quanto dos clientes, pois em caso de acidentes é a seguradora quem vai arcar com o ressarcimento dos danos. 

Por isso, tenha certeza de que a empresa de transportes possui os seguros necessários e complementares, como o Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas – RCTR-C e o Seguro de Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário – RCF-DC. 

Se a empresa não estiver devidamente segurada e havendo o sinistro, os custos serão de responsabilidade da empresa contratante. 

calcular frete

Considere o local de entrega

O local da entrega faz toda a diferença na hora de selecionar o modal de transporte mais adequado. O transporte de encomendas em lugares de difícil acesso para caminhões torna mais complexa a operação, ocasionando aumento do preço do frete. 

Por isso, é importante analisar o trajeto a ser percorrido e identificar a necessidade de alternativas de modal em trechos com maior dificuldade de acesso.

Trabalhe com o rastreio de carga

O rastreamento da carga possibilita monitorar todo o trajeto percorrido, conferindo mais segurança no transporte de encomendas, seja para embarcadores ou clientes. Ao menor sinal de ocorrência inesperada, o sistema acusa o problema e a transportadora pode agir antes que a situação se agrave. O rastreamento também é utilizado pelos clientes, que podem se certificar que está tudo em ordem com o envio da sua encomenda. 

Portanto, é importante verificar se a transportadora escolhida disponibiliza esse serviço por meio de um sistema online. Em casos onde não é possível fazer o monitoramento, os riscos por falhas de segurança aumentam, ocasionando acréscimos no valor final do frete. 

Inclua mais fretes para a volta

Para que o transporte de encomendas seja mais lucrativo para a empresa, é possível verificar se não há outras cargas que podem ser transportadas dentro do mesmo veículo, otimizando assim o trajeto percorrido. 

Com uma plataforma virtual para fretes, é possível fazer o cruzamento dos dados e localizar com precisão se há alguma demanda em processo na mesma região. Isso contribui para o aumento da produtividade da empresa e otimiza os recursos utilizados.

Leia também: Descubra como diminuir o custo logístico da sua empresa

Transporte de encomendas e frete ideal: a Central do Frete tem!

Em pequenas, médias ou grandes empresas, o transporte de encomendas pode ser pensado de maneira estratégica, gerando maior eficiência e melhores resultados financeiros. É de extrema importância a boa execução do planejamento do serviço de transporte, com total clareza dos processos logísticos envolvidos. Analisando todas as variáveis envolvidas é possível reduzir tanto os custos com o transporte quanto o preço do frete. 

A garantia da satisfação dos clientes é o compromisso da Central do Frete. Atuamos em serviços de transporte de cargas e cotação de frete por meio de soluções de base tecnológica, com foco em inovação e otimização de processos. Na nossa plataforma, é possível fazer a cotação do frete, selecionar a transportadora e ainda monitorar todo o percurso do transporte da carga. 

Faça como vários embarcadores de sucesso em todo o Brasil, venha para a Central do Frete e otimize o serviço de transporte de encomendas!

Deixe uma resposta