Como organizar o estoque da sua loja online

Como organizar o estoque da sua loja online

Quem trabalha com gestão de e-commerce sabe que manter o controle do estoque da loja online é uma tarefa fundamental na rotina! Um estoque atualizado e organizado otimiza os processos logísticos, evita erros na operação e serve até para melhorar a experiência de compra dos clientes!

Só que a gestão dos estoques não é uma atividade das mais simples, sobretudo para lojas de grande porte que trabalham com ampla variedade de produtos.

Quer saber quais são as razões que tornam o controle de estoque crucial para o sucesso das lojas e como fazer para manter a organização em dia? Neste post, a gente te explica!

Qual a importância da organização do estoque da loja online?

Um estoque desorganizado traz vários problemas para o lojista, como a dificuldade no processo de embalar e despachar os pedidos e a chance real de perder os produtos de vista. Manter o estoque sob controle também ajuda a liberar espaços produtivos dos armazéns e até mesmo a economizar dinheiro. Por isso, manter a organização do estoque em dia é fundamental para a saúde financeira da loja online.

Por exemplo: um estoque organizado evita o descarte de produtos por perda do prazo de validade, já que é possível controlar de perto as datas de vencimento e criar promoções para fazer os produtos próximos à validade girarem.

Além disso, o controle do estoque da loja permite identificar facilmente produtos que têm maior saída e os que estão encalhados. Assim, é possível fazer campanhas de marketing mais assertivas, com base na quantidade disponível de cada mercadoria.

Uma situação muito frustrante para o consumidor é quando ele compra um produto e o pedido é cancelado porque o item não está mais disponível. Ou então, o produto que ele deseja está sempre esgotado no site, porque a loja demora para repor o estoque.

Além de decepcionar os clientes, situações como essas fazem o lojista perder dinheiro, já que o público vai procurar as mercadorias em outras lojas! Portanto, outra vantagem da organização do estoque é que ela permite prever com maior clareza os próximos pedidos ao fornecedor, já que se sabe exatamente quais produtos têm maior demanda.

Leia também: Como a embalagem influencia na experiência de compra do cliente

Como funciona o estoque da loja online?

Um estoque organizado só tem a agregar ao seu negócio, pois permite planejar a compra de produtos com mais estratégia, além de poupar tempo e recursos. Por isso, por menor que seja a loja, é importante administrar bem o estoque desde o início das operações.

Isso pode ser feito de várias maneiras: com um inventário simples até planilhas mais complexas. Uma alternativa que simplifica muito a vida do lojista são as ferramentas que automatizam a gestão de estoque (falaremos mais adiante sobre elas).

É importante registrar com precisão todas as entradas e saídas de produtos no estoque da loja, atualizando esse registro conforme as vendas forem se concretizando. Com o tempo, fazer essa tarefa manualmente fica cada vez mais complicado, pois o volume de vendas aumenta e perde-se muito tempo realizando o controle. 

Aí é que entram as ferramentas de gestão de estoque, que calculam automaticamente a quantidade de itens que chegam e saem da loja.

Existem vários tipos de estoque de loja online, cada uma com prós e contras, e a escolha depende das especificidades da loja — como o espaço físico, os fornecedores, o porte e o volume de vendas, entre outros fatores. Confira, a seguir, os principais tipos de estoque para lojas virtuais.

Leia tambémComo fazer uma gestão de frete eficiente?

Quais os tipos de estoque de loja online?

Físico compartilhado

O estoque físico compartilhado é ideal para empresas que possuem loja física e loja online, pois o estoque de ambas é integrado. Assim, economiza-se com os custos de armazenagem. Nesse caso, é muito importante que o controle também seja interligado, para não correr o risco de vender o mesmo item para um cliente pelo site e para outro na loja física.

Físico único

No estoque físico único, a cada produto que sai, um novo entra. Assim, a reposição é feita de acordo com as vendas realizadas. Essa modalidade de estoque dá autonomia ao lojista, que não fica na dependência do fornecedor. A desvantagem é que, caso as vendas não sejam suficientes, pode haver encalhe de produtos.

Consignado

No estoque consignado, o lojista negocia com o fornecedor a devolução dos produtos que não foram vendidos. Assim, a empresa só precisa pagar pelos itens que efetivamente vender. A vantagem é que não há risco de acúmulo de produto no estoque, mas, em contrapartida, os fornecedores costumam cobrar mais caro pelas mercadorias nesse tipo de negociação.  

Cross docking

No cross docking, o lojista só faz o pedido do produto para o fornecedor depois de realizar a venda. Assim, as mercadorias não ficam armazenadas nos estoques da loja: elas são entregues após a venda, para que a loja embale e envie para o cliente. 

As vantagens de adotar o cross docking incluem eliminar o trabalho de gerenciar o estoque e economizar espaço físico. A desvantagem é que, para funcionar, o fornecedor precisa ser ágil na entrega para não ocorrer atrasos. 

Terceirizado

O estoque terceirizado é uma modalidade mais adotada por lojas multimarcas. Nesse modelo, o fornecedor decide a quantidade de produtos entregue para cada lojista, o que simplifica a gestão do estoque. A desvantagem é que pode faltar produto, já que há uma limitação dos itens para venda.

Leia tambémCotação SEDEX: saiba como fazer

Dicas para organizar o estoque da sua loja online

Saiba de quanto espaço físico você vai precisar

Para organizar o estoque da loja, é preciso entender a disponibilidade de espaço. Esse é o primeiro ponto a se considerar, já que, com base nessa informação, será possível escolher qual é a modalidade de estoque a ser adotada.

Controle a entrada e saída de mercadorias

Manter um estoque organizado requer um rígido controle das entradas e saídas de produtos. Fazer esse registro com cuidado permite ao lojista saber quais produtos vendem mais para planejar a reposição, e os que estão acumulados e precisam de ações específicas para voltar a girar. Além disso, também evita que um produto indisponível seja posto à venda sem querer.  

Escolha fornecedores confiáveis

Para que a loja prospere, é essencial contar com fornecedores responsáveis e confiáveis, pois isso afeta diretamente a imagem da loja. Fornecedores que atrasam as entregas, cancelam pedidos deixando o lojista na mão ou não entregam a quantidade exata de itens solicitados são uma furada pois, nesse meio tempo, os produtos que seus clientes desejam vão estar desfalcados no site. 

E aí, já sabe: eles com certeza vão procurar em outras lojas!

Outro fator importante na hora de escolher fornecedores é a compatibilidade dos sistemas de gestão. Se as ferramentas utilizadas pelo fornecedor e pela loja forem integradas, a gestão do estoque fica bem mais simples, o que garante processos mais ágeis e com menos falhas.

Faça uma gestão de logística eficiente

O momento ideal para iniciar a gestão de logística da loja online é antes da primeira venda! Todos os processos envolvidos no e-commerce devem estar bem amarrados e acontecer de forma integrada, com o máximo de agilidade possível. O tempo decorrido entre o processamento da venda e a entrega do produto ao cliente deve ser mínimo, e isso só é possível com uma gestão de logística eficiente.

Central do Frete

Invista em ferramentas automatizadas

As ferramentas automatizadas facilitam o controle do estoque e são um ótimo investimento, sobretudo para lojas online em expansão! Essas soluções permitem que a gestão seja feita de forma integrada, atualizando os estoques em tempo real conforme os produtos chegam do fornecedor e são vendidos, e diminuindo a chance de erros humanos. 

Além disso, poupam tempo e liberam o gestor de e-commerce para focar em seu negócio, tornando a rotina do e-commerce mais produtiva.

Na hora de contratar uma ferramenta de gestão de estoques, é importante escolher uma que possa ser integrada à sua plataforma de e-commerce. Desse modo, a cada venda realizada, o produto sofre baixa no estoque em tempo real, permitindo ao gestor e ao lojista controlarem a situação de maneira muito mais precisa. 

Assim, dá para planejar melhor as ações de marketing da loja e a necessidade de reposição de produtos.

Agora que você já entendeu a importância de uma administração de estoque eficiente, lembre-se de que a gestão de logística é outro ponto vital para que a loja online prospere no mercado! Para simplificar esse processo, você pode contar com a Central do Frete!

A Central do Frete facilita a gestão de fretes pois possibilita a comparação de preços e condições das melhores transportadoras disponíveis. A cotação de frete é feita online, em poucos passos e sem complicação. Assim, o lojista consegue fazer a melhor escolha e proporcionar uma entrega eficiente para os compradores da loja online!

Quer entender melhor como funciona o serviço da Central do Frete e saber como ele pode ser útil para os seus negócios? Então é só visitar o nosso site e verificar o passo-a-passo completo!

Deixe uma resposta