Logística de distribuição: o que é e como otimizá-la

Logística de distribuição: o que é e como otimizá-la

logística de distribuição é uma área central para gestores de e-commerce, pois uma boa administração de estoque e uma entrega bem alinhada contribuem (e muito) para uma experiência de compra positiva e marcante. O resultado disso são clientes satisfeitos e propensos a comprar novamente.

Neste post, explicaremos o que é a logística de distribuição e a sua importância para as lojas online. Também daremos dicas importantes para otimizá-la em seu negócio.

O que é a logística de distribuição?

A logística de distribuição é uma série de atividades referentes à distribuição das mercadorias aos consumidores — indo desde o momento em que saem das fábricas (ou do estoque do fornecedor) até a chegada à casa do cliente.

Essas atividades envolvem a gestão de pedidos do site, a administração dos estoques, a embalagem e a etiquetagem, a entrega dos produtos à transportadora, a roteirização do transporte e a gestão de frete.

Além disso, a logística de distribuição também engloba tarefas essenciais para melhorar os processos da empresa, como a geração de relatórios e o acompanhamento dos indicadores-chave de desempenho das entregas.

Ou seja, a logística de distribuição envolve todo o fluxo logístico que um produto deve percorrer até chegar são e salvo ao comprador. Por isso, é um setor muito importante, que deve ser analisado e constantemente aprimorado pelo gestor de e-commerce.

Leia também: Correios ou transportadora: como escolher a melhor opção

Qual a importância da logística de distribuição?

A logística de distribuição é essencial para melhorar a distribuição dos produtos comercializados na loja online, contribuindo para tornar o processo mais eficiente, ágil e seguro.

Além disso, uma logística de distribuição eficaz ajuda a economizar recursos, poupando tempo e dinheiro, e aumentando a produtividade, já que proporciona maior controle do percurso que a mercadoria percorre até chegar ao cliente final.

Por exemplo: é possível saber como estão os estoques, se a mercadoria armazenada atende à demanda ou se há produtos “encalhados”, e quando é hora de fazer uma reposição. Esses dados ajudam o lojista a se planejar melhor e tornam o fluxo dos produtos mais dinâmico, evitando contratempos como estoques desfalcados ou superlotados.

Outro benefício relacionado à logística de distribuição é a melhor gestão das entregas, o que garante prazos mais curtos e mercadorias recebidas sem atrasos, e resulta em clientes com um grande sorriso no rosto.

Além de tudo isso, otimizar a logística de distribuição das mercadorias pode identificar desperdícios (como despesas excessivas com combustível e com manutenção de estoque), representando uma boa economia para o lojista.

Como otimizar a logística de distribuição?

Há várias etapas envolvidas na logística de distribuição, e todas podem ser otimizadas para se tornarem ainda mais eficientes. A seguir, vamos dar algumas dicas de como aprimorar cada etapa e ganhar produtividade.

Faça um controle de estoque

Um armazém superlotado, com produtos encalhados ou vencendo a validade, é um terror para os lojistas, pois representa uma grande perda de dinheiro e um desperdício de espaço que poderia ser usado para estocar produtos com mais saída.

O inverso também é ruim: um estoque desfalcado, com vários produtos em falta e sem previsão de reposição, não só faz o lojista perder dinheiro (pois está deixando de vender) como também frustra os clientes, que não encontram os itens desejados e migram para a concorrência.

Por isso, ter um controle de estoque e armazenagem é essencial. Esse controle permite que o lojista planeje melhor as próximas compras para abastecer os estoques de acordo com a demanda e com as vendas realizadas.

Isso também evita a compra de grande quantidade dos produtos que saem pouco e garante que os campeões de vendas estejam sempre disponíveis para o consumidor.

Invista na gestão

Um investimento que vale muito a pena fazer são os softwares de gestão. Esse tipo de ferramenta proporciona um controle mais eficaz do estoque e permite administrar melhor os processos do setor, garantindo mais produtividade.

Os softwares de gestão permitem automatizar e padronizar várias tarefas, e otimizar os processos, tornando-os mais lineares. Tudo isso simplifica o trabalho, economiza tempo e recursos e ainda diminui a incidência de falhas humanas, reduzindo riscos.

Invista em tecnologia

Além dos softwares de gestão, existe uma série de soluções tecnológicas para otimizar a logística de distribuição, que podem ser implantadas em todos os setores da empresa visando tornar os processos mais ágeis e dinâmicos.

É possível usar a tecnologia, por exemplo, para controlar o estoque, mensurar possíveis riscos, integrar as diversas áreas da companhia, rastrear as cargas em tempo real, aprimorar a comunicação e o relacionamento com os consumidores, identificar eventuais gargalos, melhorar a gestão de fretes, entre outras possibilidades.

Investir em tecnologia aumenta a produtividade e diminui os custos dos processos.

Leia também: Correios ou transportadora: como escolher a melhor opção

Planeje roteiros de entrega

roteirização das entregas é uma prática cada vez mais comum nas empresas que desejam ganhar eficiência e reduzir custos de transporte. Trata-se de uma estratégia que busca avaliar as melhores rotas para cumprir determinado trajeto.

A ideia não é apenas buscar as rotas mais curtas para cobrir certo território, mas também analisar as melhores condições, que evitem riscos como roubos e perdas de mercadorias.

Por isso, é fundamental roteirizar as entregas das encomendas, caso contrário, os caminhões perdem tempo, desperdiçam combustível e ainda podem sofrer contratempos.

O ideal é que os motoristas tenham roteiros de entrega assim que saem dos centros de distribuição, pois isso torna o processo mais rápido e organizado, evita que se percam ou que tomem caminhos muito mais longos.

Quando as entregas não são roteirizadas, gasta-se mais combustível, as despesas com manutenção dos veículos aumentam, o prazo de entrega se eleva e isso aumenta a chance de atrasos. Isso para não falar do perigo de extravio ou avaria dos pacotes!

Além do óbvio prejuízo financeiro que esses problemas acarretam, ainda há um “efeito colateral” muito pior: a insatisfação dos clientes com possíveis atrasos ou com pedidos que chegam danificados. Isso, evidentemente, arruína a experiência de compra e pode fazer com que acabem não voltando mais ao site.

Crie indicadores de desempenho

A logística de distribuição engloba vários processos distintos, que precisam ser constantemente monitorados e otimizados. Para analisar esses processos e garantir sua eficiência, é essencial criar e acompanhar alguns KPIs, ou indicadores-chave de desempenho.

Tais indicadores são “medidas” utilizadas para mensurar a realização das tarefas e garantir a eficácia da logística de distribuição. Isso aprimora o uso dos recursos, economiza tempo e torna os processos mais produtivos, pois os gestores conseguem entender o que está dando certo e o que apresenta pontos de melhoria.

O uso de dados para fundamentar as tomadas de decisões ajuda a melhorar a performance e, consequentemente, deixar o cliente muito mais satisfeito ao fim da jornada. Por essa razão, negligenciar os indicadores de desempenho e os monitoramentos de resultados é um grande erro.

Os indicadores de desempenho mais importantes para mensurar a logística de distribuição são o SLA de entrega no prazo combinado, a qualidade da roteirização de rotas e a taxa de devolução de pedidos.

Leia também: Conheça as principais formas de envio de mercadorias

Estabeleça boas parcerias

Há tantos processos envolvidos na gestão de uma empresa que, infelizmente, não é viável assumir todas as tarefas sem delegar. Com a logística de distribuição não é diferente. Desse modo, para ter bons resultados, é importante terceirizar algumas atividades e estabelecer parcerias com outras empresas.

Como exemplo, podemos citar parcerias com fornecedores, com transportadoras e com empresas que forneçam soluções tecnológicas para melhorar as operações logísticas e tornar os processos mais fluidos, sem entraves e, principalmente, sem desperdício de tempo e recursos.

Tenha um controle de custos com frete

Hoje, com tanta concorrência no varejo digital, é preciso pensar em todas as etapas da jornada de compra. Isso inclui a entrega da encomenda com agilidade, segurança e bom preço, fatores decisivos para que o cliente torne a comprar em sua loja no futuro.

gestão dos fretes é uma parte importante da logística de distribuição. Por isso, é essencial fazer um levantamento dos preços praticados no mercado, comparar as regras e condições das principais transportadoras e buscar o melhor custo-benefício, prezando sempre pela qualidade do serviço.

Central do Frete

Para melhorar esse setor, você pode contar com o apoio da Central do Frete. A Central do Frete ajuda o lojista a realizar a gestão de fretes, comparando preços e condições das principais transportadoras do Brasil para uma entrega muito mais eficiente.

Quer saber como a Central do Frete pode otimizar a sua gestão? Visite o nosso site e conheça o serviço!

Deixe uma resposta