Cubagem: entenda como é feito o cálculo

You are currently viewing Cubagem: entenda como é feito o cálculo

A cubagem de carga é importante para avaliar se o valor do frete está de acordo com o volume da carga ou com a capacidade de armazenamento do veículo, evitando prejuízos significativos para as transportadoras. Fazendo o cálculo da cubagem, é possível perceber se é vantajoso ou não executar determinado transporte de carga.

Por meio da cubagem, todos saem ganhando: as transportadoras, que evitam prejuízos, e os clientes, que pagam um preço justo pelo frete. Quando a empresa não otimiza a gestão do frete de maneira adequada, o consumidor paga por um valor que não reflete a realidade do serviço que precisa.

Ao pensar o serviço de transporte de maneira estratégica, o embarcador tem condições de oferecer serviços de frete com valores mais justos e ainda garantir maior eficiência na gestão dos recursos.

Por se tratar de um assunto tão importante, preparamos um post especial para falar sobre a cubagem e de que maneira ela pode impactar nos lucros do seu negócio. Acompanhe nosso texto e saiba como tornar o seu frete ainda mais eficiente!

O que é cubagem de carga?

Para entender o conceito de cubagem de carga, é importante considerar a relação que existe entre o peso da mercadoria e o espaço ocupado por ela, tanto no veículo de carga quanto no local de armazenamento.

A cubagem de carga se refere a essa relação de grandeza. Seu cálculo é feito usando o que se chama de fator de cubagem, que representa a fórmula estabelecida para chegar ao peso e volume da carga mais adequado para o transporte.

Na prática, a cubagem de carga é uma estratégia que garante o aproveitamento total do espaço e do limite de peso do veículo da transportadora, sem desperdícios nem prejuízos na hora do cálculo do frete. É por esse motivo que a cubagem tem tamanha importância para a eficiência logística das empresas, conforme explicaremos mais para a frente.

Exemplificando: considere que uma empresa de transporte de cargas deve fazer o envio de dois lotes para regiões próximas. Um dos lotes contém 30 toneladas de arroz e, o outro, 30 toneladas de lã.

As 30 toneladas de arroz ocupam um volume menor no veículo de transporte, em comparação com as 30 toneladas de lã. Por outro lado, é preciso pensar em um veículo que suporte as 30 toneladas, ou dividir a carga em veículos menores.

Apesar de o arroz ocupar menos volume, ele requer um veículo adequado para o tipo de transporte, pois é acomodado em contêineres. A lã, ao contrário, pode ser facilmente acondicionada em caixas, facilitando a sua adequação ao veículo.

Como uma solução viável, a empresa pode definir um tipo de transporte misto, sem extrapolar o limite de peso que o veículo pode suportar. A cubagem de carga permite calcular a melhor forma para se fazer isso, já que equilibra a relação entre o peso da encomenda e o espaço que ela ocupa no veículo de transporte.

Qual a importância da cubagem para a logística?

A cubagem é uma medida importante para manter o equilíbrio entre a capacidade do veículo de transporte e o volume das mercadorias, já que permite descobrir as limitações e possibilidades dos caminhões.

Ela ajuda as transportadoras a se planejarem melhor e organizarem seus fretes de maneira mais estratégica, economizando tempo e recursos e, de quebra, tornando os envios muito mais eficientes. Por isso, seu cálculo é fundamental para otimizar os processos logísticos.

Ter espaços vazios em depósitos ou caminhões aumenta o custo da manutenção e faz a empresa perder dinheiro, um problema que pode ser facilmente resolvido ao fazer o cálculo correto da cubagem da carga.

Além disso, como a cubagem ajuda a empresa a aproveitar melhor a capacidade de seus veículos, ela acaba reduzindo custos operacionais desnecessários e sobrecargas que podem causar danos ao caminhão e até mesmo provocar acidentes.

Por fim, é importante mencionar que o cálculo de cubagem também ajuda a evitar transtornos legais que as empresas podem vir a ter caso as mercadorias transportadas estejam em desconformidade com o que a legislação prevê.

Quando é necessário realizar o cálculo da cubagem?

Às vezes, as transportadoras precisam transportar mercadorias volumosas e que ocupam muito espaço no caminhão, mas que têm um peso consideravelmente baixo. Isso é um problema, pois faz com que o limite de peso bruto do veículo seja mal aproveitado.

Há, também, a situação inversa: a transportadora precisa carregar várias mercadorias pequenas, que ocupam pouco espaço no veículo e podem ser facilmente acomodadas, mas que são muito pesadas. Isso também prejudica o aproveitamento total do espaço, já que o veículo não pode ser completamente abastecido para não gerar excesso de peso.

Em casos como os descritos acima, o cálculo correto da cubagem permite identificar a capacidade de carga de cada caminhão, considerando suas limitações de peso e espaço, balanceando mercadorias volumosas e pesadas e simplificando a logística das entregas.

Como é feita a cubagem de carga?

O cálculo padrão para encontrar a cubagem de carga considera as medidas de altura, largura e comprimento do veículo e da carga, além do fator de cubagem (cujo padrão é 300).

Considere a seguinte fórmula:

Cubagem da carga = comprimento X altura X largura X fator de cubagem

Lembre-se de que é preciso atentar às unidades de medida do volume e fazer eventuais conversões, dependendo da forma de trabalho de cada empresa.

Vamos entender como funciona na prática!

Um caminhão truck com as seguintes características está sendo avaliado para transportar uma carga de colchões, composta por 100 unidades com 8 kg cada.

cubagem de carga

Para calcular a cubagem, que é medida em m3, calculamos altura x largura x comprimento ou profundidade.

Quantos kg por m³ o caminhão pode transportar?

8.000 kg de capacidade ÷ 46,87 m³ de espaço = 170,70 kg por m³

Qual o volume do colchão?

0,2 x 0,8 x 1,88 = 0,3 m³

Qual o volume do colchão multiplicado pela quantidade total?

0,3 m³ x 100 = 30 m³

Cálculo do peso cubado:

170,70 kg (capacidade do caminhão) x 30 m³ (cubagem da carga) = 5.121 kg.

A partir dos resultados, podemos perceber que a cubagem do caminhão é superior à da carga, o que significa que ele tem capacidade para transportar mais colchões do que as 100 unidades. O peso da carga também é inferior à capacidade do caminhão, e estabelecer o valor do frete a partir do peso original não compensa para o transportador.

Como a capacidade do caminhão suporta até 5.121 kg do volume da carga, o frete deve ser cobrado sobre o peso cubado, já que o peso original de 800 kg é inferior.

Fator de cubagem padrão

Para evitar que transportadoras precisem calcular a cubagem para cada um dos seus veículos, a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC) definiu um fator de cubagem padrão para o transporte de cargas rodoviárias, definindo 300 kg/m³ como a medida padrão.

Teoricamente, a cada metro cúbico de capacidade do veículo de transporte é possível transportar 300 kg. Se a carga for maior que o limite, é importante fazer a divisão ou o transporte misto. Se a carga for indivisível, o veículo precisa suportar um valor de peso cubado acima do padrão estabelecido.

Cargas fracionadas

Em relação ao transporte de cargas fracionadas, na prática, é muito difícil acondicionar 300kg por m³ em um veículo. Mesmo que a carga tenha baixo volume, ainda restarão os espaços vazios que também devem ser considerados no cálculo da cubagem. Por isso, considera-se como densidade média de cubagem 200 kg/m³.

Cargas líquidas

Nos casos de cargas líquidas, os tanques devem ser dimensionados levando-se em conta a densidade real do produto, para que possam trafegar praticamente cheios, otimizando sua capacidade. Além disso, a estabilidade do veículo aumenta e não é necessário fazer a aplicação do fator de cubagem.

Em situações em que o veículo tiver que transportar uma carga com densidade menor, é preciso aplicar o fator de cubagem para a devida correção do valor do frete. 

Outra alternativa é a negociação do valor da tarifa por viagem, que não considera a densidade ou o peso da carga. 

Também pode-se aplicar a tarifa por m³, obtida a partir da divisão do custo para cada viagem pela capacidade em volume do veículo, sem levar em conta a capacidade em peso.

Diferença entre volume, cubagem e peso cubado

Muitas vezes as pessoas confundem os termos volume, cubagem e peso cubado, afinal, todos eles são usados em relação à cubagem de carga e é muito fácil ficar em dúvida. Porém, todos esses termos se referem a conceitos diferentes. Por isso, vamos a uma breve explicação.

O volume é o resultado obtido a partir da multiplicação das dimensões do objeto. Trata-se de um conceito da física que auxilia na execução de cálculos.

A cubagem é uma operação obtida da mesma forma que o volume, mas seu sentido é diferente. Ela é aplicada em logística e se refere ao espaço ocupado pelas unidades ou pela densidade do produto em relação ao interior do veículo. Assim, é possível evitar o desequilíbrio entre o dimensionamento das cargas e o espaço disponível para o transporte.

Por fim, o peso cubado é o cálculo que considera a cubagem da carga e a capacidade de armazenamento do veículo. Essa medida auxilia as transportadoras a tornar a cobrança do frete mais adequada ao valor justo pelo serviço.

Em cargas muito volumosas e com baixo peso, o espaço do caminhão seria ocupado rapidamente, mas com peso muito inferior ao que realmente pode transportar. O peso cubado equilibra esta condição, para que o transportador não fique no prejuízo.

Central do Frete

Como a cubagem interfere no valor do frete?

A cubagem é um meio eficiente de garantir que o valor do frete não fique abaixo do necessário para a obtenção de lucro nem gere prejuízos às transportadoras. Nem sempre o cálculo do frete a partir do peso original da carga vai cobrir todos os custos da operação de transporte, e a cubagem é a solução mais viável para esses casos.  

Realizando o cálculo da cubagem, as empresas de transporte podem estabelecer o planejamento ideal para a disposição dos produtos nos caminhões, otimizando a logística e reduzindo os custos de manutenção. O cálculo da cubagem é fundamental para o ganho em eficiência e qualidade das transportadoras.

Calcule agora mesmo a cubagem da sua carga

 

Otimize sua gestão de fretes com a Central do Frete

Como você pode perceber, a cubagem de carga é um fator que demanda a atenção das empresas de transporte, já que pode representar maior eficiência no gerenciamento logístico. 

O planejamento do transporte também é otimizado, com a aplicação do cálculo de peso cubado para a melhor adequação entre preço do frete e capacidade de armazenamento dos veículos.

Agora que você já entendeu a importância da cubagem e como fazer o cálculo, que tal conhecer também uma plataforma que vai revolucionar sua gestão? A Central do Frete oferece uma ferramenta completa para otimizar a gestão de fretes e promover maior economia de tempo e dinheiro no transporte de cargas.

Com nossa calculadora, é possível fazer a cotação de frete com diversas transportadoras, em poucos minutos. Nosso sistema também permite gerenciar todas as cotações de frete, realizar os pagamentos, rastrear as cargas e acessar todos os benefícios da Central do Frete num só lugar.

Quer saber mais sobre nossas soluções para descomplicar a gestão de fretes? Visite o nosso site e entenda como nossa plataforma funciona!

Deixe um comentário