Dicas para escolher uma plataforma de vendas online

Dicas para escolher uma plataforma de vendas online

Nos últimos anos, o setor de e-commerce apresentou um enorme crescimento, principalmente devido às medidas de distanciamento social impostas pela pandemia de Covid-19. O mercado das vendas online se consolidou nesse período e a expectativa é que continue se expandindo: segundo o balanço das vendas online da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), espera-se um crescimento de cerca de 12% para este ano.

Essas previsões otimistas apontam para um fato muito claro: quem quiser começar a vender pela internet só tem a ganhar! O problema é que, com tantas opções de plataformas de vendas online, muitos empreendedores ficam em dúvida sobre qual escolher.

Em um mercado tão competitivo como o e-commerce, é essencial optar por uma plataforma estável, segura, de boa navegabilidade, que promova uma boa experiência de compra e, é claro, que tenha um excelente custo-benefício para não impactar na lucratividade do lojista.

Quer saber como escolher a plataforma de vendas online ideal para o seu negócio? Neste post, a gente explica tudo!

O que significa plataforma de vendas online?

Antes de tudo, é importante pontuar o que significa uma plataforma de vendas online. Basicamente, trata-se do sistema em que a loja é criada, ou seja, da infraestrutura que existe por trás do site para que os clientes possam navegar, buscar produtos, visualizar as vitrines e fazer seu pedido.

É fundamental escolher uma plataforma de e-commerce adequada, pois ela é responsável pela gestão da loja virtual. É por esse sistema que rotinas do site como cadastro de produtos, criação de vitrines, mudança de preços, controle de estoques e criação de promoções são realizadas.

Como todos os processos relacionados ao e-commerce envolvem a plataforma de vendas online, essa é a escolha mais importante a ser feita. Por isso, trata-se de uma decisão que deve ser tomada com o devido cuidado, analisando todas as opções disponíveis no mercado e avaliando quais atendem melhor às necessidades de sua loja.

Quais os tipos de plataforma de vendas online?

O primeiro passo é definir que tipo de plataforma de vendas será utilizada na loja virtual. A plataforma pode ser:

Open source

As plataformas open source são aquelas baseadas em códigos abertos, livres para uso. Elas são gratuitas para o público e, por isso, costumam ser muito utilizadas por lojas pequenas e em início de operação.  

Apesar de saírem mais baratas, já que o lojista não precisa pagar pela licença, as plataformas open source têm duas desvantagens que precisam ser levadas em consideração. A primeira delas é que, como os códigos são disponibilizados livremente, essas plataformas podem apresentar comprometimento na segurança. A segunda é que não contam com suporte técnico dos desenvolvedores, o que pode ocasionar falhas na operação da loja. Qualquer problema que aparecer deverá ser corrigido pela equipe de T.I. de sua empresa.

Proprietária

Uma plataforma proprietária é aquela desenvolvida inteiramente por uma equipe interna. Assim, são os colaboradores do e-commerce que se responsabilizam por todas as etapas de implementação da loja online, como a hospedagem do site, o código, o design e todos os demais processos envolvidos.

Esse modelo de desenvolvimento interno é mais indicado para lojas maiores que contam com uma grande estrutura de T.I. A vantagem é que, ao investir em uma plataforma proprietária, é possível ter controle total sobre o funcionamento do site e customizá-lo como quiser.

SaaS

SaaS é a sigla para Software as a service, ou simplesmente “software como serviço”. Nesse modelo de criação, o sistema de e-commerce fica hospedado na nuvem, podendo ser acessado de qualquer dispositivo. Trata-se de uma solução prática e de bom custo-benefício. Por isso, é a mais utilizada nos e-commerces.

Além da praticidade, o modelo SaaS é totalmente personalizável, oferece muitas possibilidades de integração com outras ferramentas e costuma ter um custo menor, já que é comercializado num modelo de assinatura em que se paga uma mensalidade para usar a plataforma. Outra grande vantagem das plataformas SaaS é que o suporte fica por conta da empresa que oferece o serviço. Assim, o gestor de e-commerce e sua equipe não precisam se preocupar.

Licenciada

As plataformas licenciadas são aquelas que exigem uma licença para o uso do código fonte desenvolvido por eles. Assim, o lojista adquire essa licença no início das operações e paga a renovação periodicamente para garantir as atualizações e melhorias da plataforma.

Trata-se de um tipo de sistema que oferece muita flexibilidade e liberdade ao lojista e que, normalmente, já vem customizado e com algumas possibilidades de personalização. O lado negativo é que, com uma plataforma licenciada, é preciso contratar um time de T.I. para administrar a plataforma e gerenciar as páginas da loja online, o que pode gerar um gasto extra

Leia tambémEntenda como criar uma estratégia de frete grátis para sua loja

O que levar em consideração na hora de escolher uma plataforma de vendas online?

Capacidade de personalização

Um ponto importante para checar na hora de contratar uma plataforma de vendas online é a flexibilidade. A plataforma precisa oferecer capacidade de personalização do layout para deixar o site com a cara da sua empresa. Isso é muito importante para fortalecer a imagem da marca, portanto, verifique se o sistema permite mudar cores, alterar fontes, inserir banners, acrescentar imagens e outros elementos e atender a todas as necessidades de sua loja virtual.

Além de escolher uma plataforma que ofereça possibilidade de customização, é preciso verificar se a personalização é simples de ser feita pela sua equipe ou se será necessário contratar um profissional especializado. Dê prioridade a plataformas que permitam customizar o site de maneira simplificada para poupar tempo e esforços do time.

Navegabilidade e experiência de usuário

Uma questão importantíssima para o sucesso da loja online é a navegabilidade do site. Afinal, não adianta nada colocar uma página cheia de produtos incríveis no ar se o site não for funcional, se travar toda hora ou demorar muito para carregar. Ele também precisa ser intuitivo e fácil de navegar, afinal, seus clientes não querem perder tempo na hora de fazer compras.

Tarefas como navegar pelos menus, pesquisar o nome de um produto, colocar um item no carrinho, solicitar atendimento do SAC, fazer o cadastro e fechar o pedido precisam ser simples, caso contrário, sua audiência vai bater à porta de seu maior concorrente. Portanto, opte por uma plataforma que proporcione uma boa navegação e garanta uma excelente experiência de compra para os consumidores.

Integração com outros sistemas e ferramentas

Também é fundamental avaliar se a plataforma de vendas online oferece integração com outros sistemas e ferramentas, como softwares de ERP (sistemas de gestão empresarial que centralizam e integram as informações), ferramentas de envio, sistemas de pagamento, soluções para automação de marketing e web analytics, entre outras ferramentas úteis para a gestão de lojas virtuais.

Plataformas que se integrem a uma grande variedade de sistemas e ferramentas simplificam o processo, poupam tempo e tornam a rotina do e-commerce mais produtiva. Portanto, priorize-as!

Possibilidade de analisar dados e métricas

Para obter melhores resultados, é preciso fundamentar as ações e campanhas da loja em dados. Dessa forma, você consegue saber quais são os produtos mais vendidos ou acessados, a taxa de cliques dos links do site, a quantidade de carrinhos abandonados, entre outras métricas valiosas.

Por isso, dê prioridade a plataformas de venda online que ofereçam análise de dados integrada e permitam analisar as métricas em tempo real. Assim, é possível tomar decisões mais estratégicas, promover melhorias e realizar ações que convertam muito mais.

Capacidade do servidor

Quem nunca passou pela situação de estar navegando e o site “cair” do nada? Em lojas online, isso pode significar a perda do cliente, que desiste da compra e corre para a concorrência! Afinal, o site precisa ser estável para conquistar a confiança do público e proporcionar uma experiência agradável.

Por isso, na hora de optar por uma plataforma de vendas online, verifique a capacidade do servidor e certifique-se de que será capaz de suportar picos de acesso.

calcular frete

Maior segurança

A segurança é fundamental para o comércio eletrônico, já que os clientes precisam inserir dados pessoais como CPF, endereço e até o número do cartão de crédito na hora de fechar a compra. Portanto, sua loja deve estar blindada contra fraudes, invasão e vazamentos de dados.

Por isso, opte por plataformas que ofereçam recursos de segurança para proteger o site de ameaças externas e inspirar mais confiança na clientela.  

Leia tambémCódigo de rastreio: o que é e como inserir nos meus pedidos

Adaptação para mobile

Os dispositivos móveis são o principal meio de acesso à internet no Brasil, e seu site precisa estar preparado para atender à demanda dos clientes que acessam via mobile, proporcionando uma boa experiência de navegação e compra pelo smartphone.

Além disso, os buscadores também priorizam sites adaptados para dispositivos móveis na hora de mostrar os resultados de pesquisa. Páginas otimizadas aparecem com mais frequência nas buscas e, portanto, atraem mais tráfego orgânico.

Por isso, na hora de contratar uma plataforma de venda online, escolha uma que ofereça responsividade, ou seja, que consiga se adaptar a diferentes tamanhos de tela sem prejudicar a usabilidade.  

Custo-benefício

Por fim, é necessário pensar no custo-benefício. Pode ser que opções mais caras ofereçam recursos de que sua loja não precise e que uma plataforma mais barata atenda melhor às suas necessidades.

É fundamental pesquisar e avaliar qual plataforma de vendas online mais se adequa às suas demandas, tendo em conta o preço, o suporte, a escalabilidade, os recursos oferecidos, dentre outros fatores importantes para o seu negócio.

Agora que você já sabe como escolher a plataforma de vendas online ideal para sua loja, é importante pensar em outras questões, como o envio dos pedidos. 

A Central do Frete ajuda lojas virtuais a realizar a gestão de fretes. Em nosso site, é possível comparar os preços e as condições das principais transportadoras e fazer a melhor escolha para seu negócio, sem complicação. Visite agora e saiba mais sobre o serviço!

Deixe uma resposta